Acidente Vascular Cerebral
Saúde e Bem Estar

17 Fevereiro 2020

Acidente Vascular Cerebral

Acidente Vascular Cerebral

Acidente Vascular Cerebral (AVC)

O Acidente Vascular Cerebral é um problema a nível dos vasos sanguíneos cerebrais, que resulta da oclusão ou da rotura de um vaso. 
Quando o AVC tem origem na rotura de um vaso, designa-se AVC Hemorrágico, quando resulta da oclusão de um vaso, falamos de um AVC Isquémico.

O AVC é a principal causa de morte em Portugal e é também responsável pela grande maioria dos casos de incapacidade.

Sinais e Sintomas

Os sintomas de um Acidente Vascular Cerebral são frequentemente desvalorizados, passando diversas vezes despercebidos, o que,  por sua vez, resulta em sequelas e consequências mais graves.
Alguns sintomas bastante característicos do AVC são:

  • O desvio da face.
  • Fraqueza e dificuldade em movimentar-se.
  • Falta de visão temporária unilateral.
  • Cefaleia (dor de cabeça) repentina e sem causa aparente.
  • Dificuldade em manter o equilíbrio.
  • Sensação de dormência e paralisia.

Uma vez que o AVC acontece de forma subida, estes sintomas são sentidos a nível físico quase imediatamente.

Caso suspeita que está a ter um AVC deve contactar de imediato o 112, e caso ache que alguém está a ter um AVC deve fazer o teste dos 3F's:

      1. Face: peça à pessoa para sorrir e observe se há um desvio da face.
      2. Força: peça à pessoa que levante os braços e verifique se esta tem força para o fazer.
      3. Fala: peça à pessoa que diga uma frase de modo a analisar a capacidade de articular as palavras.



Se algum destes sinais se verificar contacte o 112.

Sequelas

Quando ocorre um Acidente Vascular Cerebral as células do cérebro sofrem, regra geral, danos significativos que se traduzem em variadas sequelas. Estas sequelas, por sua vez, estão intrinsecamente relacionados com a zona cerebral afetada durante o AVC e com a gravidade do mesmo.

Em alguns casos é possível minimizar o impacto das sequelas de um AVC, seja através da terapêutica com recurso a fármacos ou através da terapia de reabilitação, sendo a fisioterapia fundamental.

Fatores de Risco

São vários os fatores identificados como sendo fatores de risco para a ocorrência de um Acidente Vascular Cerebral, sendo alguns destes fatores modificáveis e outros não modificáveis. 

Fatores Modificáveis: 

  • Obesidade.
  • Colesterol.
  • Diabetes.
  • Tabagismo.
  • Alcoolismo.
  • Hipertensão.
  • Stress.

Fatores Não Modificáveis:

  • Género.
  • Idade.
  • Etnia.
  • História familiar (genética).
  • Apneia do Sono.
  • Arritmias.

Prevenção

No que respeita ao Acidente Vascular Cerebral, e ao contrário do que se pensa, a prevenção é possível e assume um papel fundamental. 
A adoção de novos hábitos, como por exemplo a prática regular de atividade física é um dos pontos chave da prevenção do AVC e a alimentação é também bastante importante, devendo ser equilibrada e variada.

Deixe o seu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, por favor reveja o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.