Adaptar a Casa a Utilizadores com Mobilidade Reduzida
Vida Diária

30 Outubro 2019

Adaptar a Casa a Utilizadores com Mobilidade Reduzida

Adaptar a Casa a Utilizadores com Mobilidade Reduzida

Adaptar a casa a pessoas com mobilidade reduzida

Determinadas adaptações e modificações, mesmo que simples, podem ser uma grande ajuda para facilitar o quotidiano de pessoas com mobilidade reduzida ou condicionada. Os espaços destinados a pessoas com mobilidade reduzida ou a utilizadores invisuais devem ser idealizados e concebidos com o objetivo de serem seguros e de permitir o máximo de autonomia possível.

A casa deve ser adaptada tendo em consideração as necessidades individuais do seu morador, no entanto, há algumas adaptações e modificações fundamentais.

 

PISO

O piso deve ser nivelado e pavimentado com materiais antiderrapantes, de modo a evitar quedas. 
Em espaços em que existam escadas devem ser colocadas rampas com uma inclinação máxima de 10%. As rampas não só permitem que utilizadores de cadeiras de rodas possa aceder a todos os espaços como facilitam as deslocações a invisuais e a idosos. 
Os tapetes podem também ser fonte de risco, pelo que a sua colocação deve ser evitada.

 

Corredores

Os corredores devem ser largos para que os utilizadores se possam locomover sem grande dificuldade. Caso seja necessário um apoio extra, as barras laterais são uma excelente solução para assegurar uma maior segurança e conforto durante as deslocações.

 

Portas

As portas devem também ser largas e as maçanetas ou puxadores devem ser adaptados, de modo a que a sua abertura seja fácil para o utilizador com mobilidade reduzida.

 

Tomadas e Interruptores

As tomadas elétricas e os interruptores devem ser posicionados de modo a que o utilizador os alcance facilmente. A altura ideal irá depender de cada caso. 
Não devem existir fios elétricos soltos ou pelo chão, pois podem provocar quedas e consequentemente lesões.

 

Mobiliário

Os móveis devem, independentemente da sua função, ter cantos arredondados, de forma a prevenir potenciais lesões. 
Móveis como sofás ou poltronas não devem ser demasiado profundos, pois a profundidade dificulta a tarefa de sentar ou levantar. Devem ser preferidos sofás ou poltronas pouco profundos e com estofo firme.

 

Casa de Banho

Na casa de banho as adaptações são fundamentais. 
As cabines de duche com portas de correr são uma solução prática e segura de adaptação, seja para utilizadores de cadeiras de rodas, para invisuais ou para idosos.  
A colocação de ajudas como barras de apoio em inox, de bancos de banho ou de cadeiras sanitárias podem facilitar bastante o dia-a-dia dos utilizadores e dos cuidadores, proporcionando maior conforto e segurança. 
O vaso sanitário deve ser também adaptado, bem como o lavatório e o espelho. 
No caso dos utilizadores com cadeiras de rodas, o utilizador deve conseguir dar uma volta de 360º na divisão, portanto esta deve ser ampla e não deve existir mobiliário desnecessário.

 

Iluminação

Apesar de ser muitas vezes esquecida, a iluminação assume extrema importância no quotidiano de pessoas com mobilidade reduzida.  
Quanto mais iluminados os espaços melhor. Caso seja possível, é recomendado que se coloquem sensores de movimento para que as luzes acendam à medida que o utilizador se desloca. 
É também recomendado que se utilizem preferencialmente luzes brancas, uma vez que a luz amarela pode potenciar confusões visuais, originando quedas.

 

 

 


Deixe o seu comentário sobre este artigo

O formulário foi submetido com sucesso.
Campo de preenchimento obrigatório.
Campo de email inválido
Campo com limite máximo de caracteres
Este campo não coincide com o anterior
Campo com limite mínimo de caracteres
Ocorreu um erro na submissão, por favor reveja o formulário.

* Campos de preenchimento obrigatório.